segunda-feira, 28 de julho de 2014

João Alexandre - Coração de Pedra



"Que vença, mesmo que haja desavença, todo aquele que repensa na crença da onipresença de Deus.
Sejamos coerentes, transparentes, reluzentes, conscientes, todos crentes que somos os filhos Seus."

João Alexandre é violonista, cantor, compositor, arranjador e produtor musical.
Como violonista, foi influenciado por músicos brasileiros, como Paulinho Nogueira, Baden Powel, Noite Ilustrada, João Bosco, Lenine, Guinga, entre outros.
Como cantor, sua voz tem recebido boas críticas de nomes como Leni Andrade, Wanda Sá, Zé Luiz Mazzioti, entre outros.
Como compositor, sua música traz em suas matizes harmônicas, rítmicas e melódicas, influências bem brasileiras, desde a música rural, a seresta, a urbana e a de raiz, passando pelo samba, pela bossa nova e pelo jazz. Sendo cristão por convicção, nostalgia, brasilidade e poesia caracterizam suas composições, que transmitem sentimentos diversos em relação ao mundo, à Fé e ao cotidiano das pessoas, de forma geral.
Como arranjador e produtor musical, tem sido requisitado por muitos grupos e cantores, participando em centenas de álbuns gravados dentro e fora do Brasil.Seus arranjos tem sido elogiados e reconhecidos por outros arranjadores experientes e pela crítica especializada.


Cifra da música


Coração de Pedra 
João Alexandre


Tom: D#
Gm7 C9 Bb9
Ali é o lugar ideal pra quem quiser se esconder e ser
Mais um na multidão
Gm7 C9 Bb9
Ali é onde os homens se abraçam mas na hora de pagar o
Preço, lavam as mãos
Gm7 C9 Bb9
Ali é onde todos se encontram mas acabam se perdendo
Por achar que são invencíveis
Gm7 C9 Bb9
Ali não há lugar pra tristeza, pra angústia, pra dor
D#7+ D7+
Ou pra gemidos inexprimíveis

Gm7 C9 Bb9
Deus não habita mais em templos feitos por mãos de
Homens
Gm7 C9 Bb9
Deus não será jamais acorrentado às paredes de uma
Religião
Gm7 C9 Bb9
Deus não habita mais em templos feitos por mãos de
Homens
Gm7 C9 Bb9
Deus não será jamais enclausurado na escuridão de quem
(Gm7 C9 Bb9 2x) D7+
Ainda tem um coração de pedra

Gm7 C9 Bb9
Ali ninguém conhece a essência, tão somente a
Aparência de viver em comunhão
Gm7 C9 Bb9
Ali é onde os loucos se entendem, onde os sábios se
Prendem ao valor da tradição
Gm7 C9 Bb9
Um falso paraíso presente, um fanatismo distante, um
Cristianismo sem direção
Gm7 C9 Bb9
Ali é onde todos proíbem, onde todos permitem, onde
D#7+ D7+ C/D G#
São assim, nem "sim" nem "não"

Gm7
Que vença, mesmo que haja desavença, todo aquele que
D#7+ D7+
Repensa na crença da onipresença de deus
Gm7
Sejamos coerentes, transparentes, reluzentes,
D#7+ D7+
Conscientes, todos crentes que somos os filhos seus
Gm7
Na rua, no trabalho, na escola, na loja, na padaria,
D#7+ D7+
No posto, na rodovia, na congregação
Gm7
Que haja em nós o mesmo sentimento:
D#7+ Gm D7+ Gm7
que deus habite em Nosso coração!



Letra e música: João Alexandre